Secretaria da Cultura

Programação


Entre línguas: vídeo experimental argentino

Nos dias 19 e 20 de agosto, o MIS recebe a mostra Entre línguas: vídeo experimental argentino, realizada em parceria com o Instituto Cervantes e a FIILE (Fundação Instituto Internacional da Língua Espanhola).

Com curadoria de Clara Garavelli (professora da Universidade de Leicester/Reino Unido), a seleção apresenta vídeos experimentais argentinos que refletem sobre as línguas que unem duas comunidades, a brasileira e a argentina, e também sobre a relação entre as linguagens escrita, literária, poética, ensaística, audiovisual e a propriamente videográfica. Os trabalhos compilados propõem uma compreensão particular do mundo e de nossa existência, partindo de uma reflexão sobre a(s) língua(s) e a/as linguagens.  O título da mostra incita indagar “entre línguas”, porque se instala entre o espanhol, o português e a língua que costuma legitimar a vídeo produção em nível global: o inglês. 

O vídeo experimental na Argentina, como prática em constante mutação que lida com as tensões entre o campo videográfico, o artístico e o cinematográfico, explora as fronteiras estruturais da imagem em movimento. E assim, contemplando esta confluência, foram selecionados os artistas participantes. Há realizadores que já se estabeleceram como parte do "cânon" do vídeo experimental nacional, como Graciela Taquini, Gustavo Galuppo e Carlos Trinlnick. Outros, destacados especialmente como artistas plásticos, entre os que podemos mencionar Graciela Sacco e Andrea Racciatti. Enquanto vários outros participam habitualmente do circuito propriamente cinematográfico, como é o caso de Javier Olivera, Gastón Duprat e Mariano Cohn.

Apesar de apresentarem obras históricas que datam dos anos sessenta e dos noventa até nossos dias, a programação não está estruturada cronologicamente, mas responde a eixos temáticos que giram em torno da língua, da linguagem e dos grandes interrogantes e paixões que atravessam nossa existência. Sob os títulos de Retórica, Relatos e Taxonomia, os programas do primeiro dia exploram diferentes processos de construção do discurso, tanto escritos, orais, quanto audiovisuais. Para o segundo dia de projeções, propõe-se um diálogo fluente entro o literário e o videográfico com o fim de indagar sobre temas universais como o amor, a paixão e a alteridade.
 
Catálogo online
Clique aqui para acessar o catálogo da mostra
 
Confira abaixo a programação completa:
 
19 de agosto, sexta
18h 
Retórica (40 min, classificação livre, digital)
Vídeos que refletem sobre o estudo e a sistematização dos procedimentos e técnicas de utilização da linguagem escrita e audiovisual. 
 
19h 
Relatos (47 min, classificação livre, digital)
Vídeos que exploram diversas formas de narrar ou onde o ato de narrar em si vira um acontecimento. 
 
20h 
Taxonomia (96 min, classificação livre, digital)
Enciclopédia 2000 (Mariano Cohn, Adrián De Rosa, Gastón Duprat 2000) 
Sinopse: Utilizando a estrutura de uma enciclopédia com cenas variadas não conectadas entre si, este filme mostra uma espécie de "radiografia" da sociedade argentina dos anos noventa. Ao mesmo tempo, põe em dúvida o significado aparente das coisas, e nos aproxima, com humor e ironia, a uma singular ideia do mundo moderno. O vídeo ganhou o Grande Prêmio do Salão Interdisciplinar do Museu Castagnino de Rosário (2000)
 
20 de agosto, sábado
16h
Retórica (40 min, livre, digital)
Vídeos que refletem sobre o estudo e a sistematização dos procedimentos e técnicas de utilização da linguagem escrita e audiovisual. 
 
17h10 
Relatos (47 min, classificação livre, digital)
Vídeos que exploram diversas formas de narrar ou onde o ato de narrar em si vira um acontecimento. 
 
18h20 
Fragmentos de um discurso amoroso (46 min, livre; digital)
Reflexões sobre o amor, o desamor, e suas formas de enunciá-lo. 
 
19h30 
Adaptações (58 m. Classificação 14 anos; Formato Digital)
Vídeos que trabalham intertextualmente com a literatura. 
 
 
20h40 
Fala da curadora Clara Garavelli e da artista e pesquisadora Mariela Cantú (15 min.) seguida da exibição de Ensaio
A criação de um mundo (Gustavo Galuppo & Carolina Rimini 2015; classificação livre; Formato Digital)
 
Sobre a curadora
Clara Garavelli, nasceu em Rosário (Argentina). É doutora pela Universidade Autônoma de Madrid e professora da Universidade de Leicester (Reino Unido). Seu trabalho aborda os limites da linguagem audiovisual e às relações entre o campo artístico e cinematográfico, com especial interesse no campo do cinema e no vídeo argentino contemporâneos.
 

Siga o MIS nas redes sociais

Museu da Imagem e do Som

Av. Europa, 158, Jd. Europa

São Paulo - SP, Brasil

CEP 01449-000

11 2117 4777

Realização