Secretaria da Cultura

Programação


Dança no MIS | Convocatória 2017

O MIS abre convocatória para artistas da dança interessados em participar do projeto Dança no MIS 2017, com curadoria de Natalia Mallo. Os artistas deverão apresentar propostas de ocupação coreográfica criadas especificamente para o Museu, dentro do conceito site-specific, no qual a obra dialoga com o espaço, buscando se relacionar e ressignificar seus aspectos singulares: arquitetura, topografia, iluminação, matriz cultural, discurso etc. O programa selecionará ainda espetáculos concebidos para o palco, para se apresentarem no Auditório do MIS.

A edição de 2017 do programa terá como eixo curatorial obras que proponham processos investigativos da integração da dança à linguagem audiovisual em qualquer suporte (vídeo, fotografia, novas tecnologias, games, entre outros).

Os artistas poderão se inscrever nas categorias solo/pequenos grupos (até três pessoas) e grupos (a partir de quatro pessoas), podendo enviar dentro destas categorias projetos site-specific ou espetáculos concebidos para o palco. No total, serão selecionados até oito projetos.

Prêmio de Criação em Residência
A edição de 2017 trará, além da programação mensal regular dos anos anteriores, uma nova oportunidade para jovens criadores. O MIS premiará um artista da dança em início de carreira (até 25 anos) com o Prêmio de Criação em Residência Dança no MIS. O artista receberá um apoio em dinheiro para a criação de uma obra inédita, e contará com a orientação de um mentor apontado pelo MIS. Durante um período de três meses, o artista poderá desenvolver seu processo criativo dentro do Museu e contar com o aconselhamento de um profissional consagrado da dança. Ao final do processo, a obra resultante será apresentada ao público dentro do programa Dança no MIS.

SELECIONADOS

Programação mensal
• Nina Guzzo (Marina Guzzo) com o projeto MAR – uma dança para olhar o céu
• Denise Namura com o projeto Au delà du temps
• Emerson Trankas (Emerson Rodrigo dos Santos)  com o projeto Toda raiz tem um pouco de senzala
• Ivy Monteiro (Ivan Monteiro Feitosa) com o projeto Mãe Sagrada, cheia de (des)graça
• Gabriel Fernandes Tolgyesi com o projeto Eu quero ganhar flores
• Marcos Becker (Marcos Becker de Almeida Barbosa) com o projeto As gêmeas 

Residência Dança no MIS
• Lary Silva (Larissa Alexandre Silva) 

A Residência será orientada pela bailarina Célia Gouvêa, nascida em Campinas (SP), um dos grandes nomes da dança paulista. Dividiu sua carreira entre o Brasil e a Europa e integrou a primeira turma do Mudra –  Centro Europeu de Aperfeiçoamento e de Pesquisa dos Intérpretes do Espetáculo, dirigido por Maurice Bejárt (1927-2007). Ao lado de outros criadores fundou, na Bélgica, o Grupo Chandra – Teatro de Pesquisa de Bruxelas, com direção de Micha Van Hoecke. No Brasil coreografou para o Teatro de Dança de São Paulo, Teatro Galpão (SP), Corpo de Baile Municipal (atual Balé da Cidade de São Paulo), Célia Gouvêa Grupo de Dança, (SP) Teatro Guaíra (PR), e outras. É membro-fundadora da Cooperativa Paulista dos Bailarinos Coreógrafos de São Paulo.

CONVOCATÓRIA
Clique aqui para acessar a convocatória completa 

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Realização

  • Museu da Imagem e do Som
  •  
  • Museu da Imagem e do Som