Secretaria da Cultura

Programação


Notas Contemporâneas | Jerry Adriani

O cantor e ator Jerry Adriani é quem dá início à programação 2017 do Notas Contemporâneas. A edição realiza um bate-papo do artista, que comemora 70 anos, com o público, mediado pelo jornalista Cadão Volpato, enquanto a Banda MIS homenageia o artista com releituras de seus maiores sucessos. 

O programa Notas Contemporâneas, com curadoria de Cléber Papa, registra depoimentos de compositores e intérpretes consagrados da música popular brasileira para o Acervo do Museu. Além disso, propicia ao público um exclusivo bate-papo sobre a carreira dos artistas convidados.

Jerry Adriani, cujo nome verdadeiro é Jair Alves de Souza, nasceu em 29 de janeiro de 1947, no Brás, na cidade de São Paulo. Começou a sua vida profissional em 1964, com a gravação do seu primeiro LP, Italianíssimo, e no mesmo ano gravou seu 2º LP, Credi a me. Em 1965, grava Um grande amor, sendo o primeiro LP em português. Tornou-se apresentador do programa Excelsior a Go Go, na antiga TV Excelsior (Canal 9), atual RedeTV!, em São Paulo, ao lado do comunicador Luís Aguiar. Entre 1967 e 1968, já na antiga TV Tupi, (Canal 4), atual SBT em São Paulo, passou a apresentar A grande parada, ao lado de grandes artistas, como Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marília Pera.

Recentemente, 2012, apresentou o show Jerry toca Raul & Elvis, no Teatro Rival, no Rio de Janeiro (RJ). Na apresentação, fugiu do estilo da Jovem Guarda que o tornou nacionalmente conhecido, dando espaço ao repertório com músicas como Are you lonesome tonight, Kiss me quickMy way, Há dez mil anos atrás, Medo da chuva – canção, inclusive, que Raul compôs para a voz de Jerry – Tente outra vez e Maluco beleza. Ainda em 2012, se apresentou no programa Encontro com Fátima Bernardes”, na Rede Globo, ao lado de Lafayette e os Tremendões, Wanderléa, Marcelo Fróes e a banda Del Rey, numa emissão que teve como intenção relembrar a época da Jovem Guarda. Para comemorar os 70 anos, o cantor está preparando, junto com Marcelo Fróes, uma autobiografia e um disco com 15 músicas compostas por Raul Seixas entre 1967 e 1971.

Dia 22 de fevereiro, quarta-feira, às 20h, no Auditório MIS (172 lugares). A entrada é gratuita, com retirada de senha com uma hora de antecedência na bilheteria do Museu.

Siga o MIS nas redes sociais

Museu da Imagem e do Som

Av. Europa, 158, Jd. Europa

São Paulo - SP, Brasil

CEP 01449-000

11 2117 4777

Realização