Secretaria da Cultura

Programação


Paço das Artes no MIS | Renan Marcondes

A mostra reúne as obras Protetor de proximidade humana para valsa (bem como danças de casal em geral que não empreguem rodopios) e Protetor de proximidade humana para beijos (bem como para trocas de fluidos corporais em geral). Os trabalhos são compostos por objetos acompanhados de vídeos e textos explicativos fictícios. A série é desdobramento direto de uma pesquisa em performance desenvolvida por Renan Marcondes desde 2011, que usa a ficção como recurso.

Protetor de proximidade humana para valsa (bem como danças de casal em geral que não empreguem rodopios) é constituído por uma estrutura de madeira com bocal e estacas nas extremidades. “A estrutura serve supostamente para distanciar os corpos do casal que dança, além de impedir qualquer tipo de comunicação verbal ou contato entre as bocas”, diz o artista. A obra é acompanhada por um suposto vídeo promocional, que compara um casal dançando sem a estrutura e com ela, entrecortado por frases de efeito como “Sem a fala sussurrada”, e por um falso texto de parede que situa historicamente o objeto entre os anos de 2010 e 2020.

Protetor de proximidade humana para beijos (bem como para trocas de fluidos corporais em geral) é composto por duas máscaras de madeira que impedem que os olhos vejam o outro rosto. Os objetos são ligados por um tubo desenhado para que apenas as línguas se encontrem. Uma almofada suspensa na altura do quadril  completa a obra e pode ser apertada ao longo do beijo.

O vídeo, que completa o trabalho, apresenta depoimentos fictícios sobre seu processo de criação, entrecortados por demonstrações de seu uso e eficácia. “A estrutura desse vídeo oferece possibilidades de não apenas ver o objeto em funcionamento, mas de criar imagens que ultrapassem a lógica da propaganda e evidenciem a estranheza desse suposto produto (dando, por exemplo, extrema atenção para a ação das línguas dentro do tubo ou para as mãos que apertam uma almofada ao invés de tocar o outro corpo)”, afirma o artista.

Por fim, o texto de parede irá “explicar” o contexto e os motivos de surgimento do objeto. “Um cenário higienista e preconceituoso será o principal argumento para a criação desse objeto no qual se beija sem se ver, se tocar e se afetar”, completa.

Sobre o artista

Renan Marcondes é artista plástico, performer e pesquisador representado pela Adelina Galeria (SP). Doutorando pela ECA/USP, membro do corpo editorial da e Revista performatus e membro fundador do Pérfida Iguana, pólo de produção em dança e performance. Suas principais exposições incluem Contra corpo (individual na Oficina Cultural Oswald de Andrade); mostra VERBO de performance art; [per-forma] (SESC Bom Retiro); MOVIMENTA #1 e #2 (Galeria Mezanino), dentre outras. O artista foi premiado no Setor de performance da sp-arte 2015, no Salão de Arte da Juventude do SESC Ribeirão Preto e no Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto (Santo André).

Sobre a Temporada de Projetos

A vocação experimental do Paço das Artes é constatada, principalmente, por meio da Temporada de Projetos, que foi criada com o objetivo de abrir espaço à produção, fomento e difusão da prática artística jovem. Concebida em 1996, a Temporada de Projetos teve sua primeira exposição realizada em 1997 e se tornou, ao longo dos anos, um rico celeiro para a cena da jovem arte contemporânea brasileira.

Anualmente, a Temporada abre uma convocatória nacional selecionando nove projetos artísticos e um projeto de curadoria para serem desenvolvidos e produzidos com o respaldo do Paço das Artes. Os selecionados recebem acompanhamento crítico, a publicação de um catálogo sobre suas obras e um cachê de exibição. Desde seu surgimento, quando ainda era bienal (tornando-se anual em 2009), o programa possibilita a emergência de inúmeros artistas, curadores e críticos, muitos deles presentes na cena artística atual.

Em 2014, o Paço das Artes lançou a plataforma digital MaPA: http://mapa.pacodasartes.org.br, concebida por Priscila Arantes, que reúne todos os artistas, curadores, críticos e membros do júri que passaram pela Temporada de Projetos.

Siga o MIS nas redes sociais

Museu da Imagem e do Som

Av. Europa, 158, Jd. Europa

São Paulo - SP, Brasil

CEP 01449-000

11 2117 4777

Realização