Secretaria da Cultura

Programação


Paço no MIS | Inscriptura e Laboratório gráfico desviante

O Paço das Artes  inaugura no dia 6 de setembro as mostras Inscriptura, de Cristina Elias, e Laboratório Gráfico Desviante, do grupo formado por Bruno Mendonça, Júlia Ayerbe, Laura Daviña, Thiago Carrapatoso e Thiago Hersan.  As exposições ficam em cartaz até 8 de outubro de 2017 no MIS. A entrada é gratuita.

Em Inscriptura, Cristina Elias expande a performance para diferentes suportes (vídeo, telas e instalação) que possibilitam a escrita de um diário. Formal e conceitualmente, a mostra busca investigar a essência do “feminino”, eclipsada pelas diversas camadas de condicionamentos sócio-culturais e históricos que foram depositados ao seu redor ao longo do tempo.

Nas performances, apresentadas ao vivo e em vídeo, a artista explora duas camadas de expressão: em uma, cria a mulher que oferece ao observador aquilo que ele está habituado a receber – sua exposição objetificada; em outra, cria um espaço íntimo, seguro e protegido, onde as palavras adquirem fisicalidade através do movimento silencioso do corpo. Ao longo do período da mostra, Cristina Elias fará a performance Caixa de Música semanalmente, às quartas-feiras (dias 13, 20, 27 de setembro e 4 de outubro), às 19h.

Já o projeto Laboratório Gráfico Desviante propõe o questionamento de normatizações e cânones de linguagens, não com o objetivo de criar novas normas, mas de discutir e compreender os sistemas de cada linguagem e os possíveis níveis de desconstruções, infiltrações e hackeamentos.

O grupo, que participou dos projetos Cidade Queer e Papeleta, discutirá na Temporada de Projetos os dispositivos de mediação do universo expositivo. Para isso serão convidados profissionais com experiência em gestão, expografia, design e educativo para participarem de conversas abertas ao público. O espaço expositivo abrigará uma área de trabalho para que o Laboratório produza, após esses encontros, materiais gráficos, que serão lançados ao fim da mostra.

Sobre a Temporada de Projetos

A vocação experimental do Paço das Artes é constatada, principalmente, por meio da Temporada de Projetos, que foi criada com o objetivo de abrir espaço à produção, fomento e difusão da prática artística jovem. Concebida em 1996, a Temporada de Projetos teve sua primeira exposição realizada em 1997 e se tornou, ao longo dos anos, um rico celeiro para a cena da jovem arte contemporânea brasileira.

Anualmente, a Temporada abre uma convocatória nacional selecionando nove projetos artísticos e um projeto de curadoria para serem desenvolvidos e produzidos com o respaldo do Paço das Artes. Os selecionados recebem acompanhamento crítico, a publicação de um catálogo sobre suas obras e um cachê de exibição. Desde seu surgimento, quando ainda era bienal (tornando-se anual em 2009), o programa possibilita a emergência de inúmeros artistas, curadores e críticos, muitos deles presentes na cena artística atual.

Em 2014, o Paço das Artes lançou a plataforma digital MaPA: http://mapa.pacodasartes.org.br, concebida por Priscila Arantes, que reúne todos os artistas, curadores, críticos e membros do júri que passaram pela Temporada de Projetos.

Siga o MIS nas redes sociais

Museu da Imagem e do Som

Av. Europa, 158, Jd. Europa

São Paulo - SP, Brasil

CEP 01449-000

11 2117 4777

Realização