handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!

No dia 21 de novembro, às 19h, o selo Quadrinhos na Cia, da Companhia das Letras, lança a HQ A revolução dos bichos no MIS, como parte da programação paralela da exposição Quadrinhos.

Para iniciar o evento, acontece o bate-papo Por dentro da revolução dos bichos - O processo de adaptação do clássico literário para quadrinhos, com a participação do artista Odyr (responsável pela adaptação e pelas ilustrações), além de Simone Riqueira Ponçano (M Gallego Studio), Alissa Queiroz (do departamento de Arte da Companhia das Letras) e Emilio Fraia (do Editorial da Companhia das Letras).

Os ingressos podem ser retirados 1h antes na recepção do MIS. Após o bate-papo, haverá sessão de autógrafos.

  • SOBRE A HQadd

    A obra-prima de George Orwell adaptada para os quadrinhos. Clássico moderno, "A revolução dos bichos" ganha vida e movimento no traço do gaúcho Odyr. Ao narrar a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos, a obra mostra como o conflito os leva a uma tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.

    Odyr passou os últimos anos envolvido numa empreitada desafiadora: transformar em quadrinhos um dos maiores clássicos da literatura mundial, "A revolução dos bichos". Em tinta acrílica, fazendo com que cada página se tornasse uma verdadeira obra de arte, Odyr deu forma à narrativa de George Orwell — e a personagens antológicos como os porcos Napoleão e Bola-de-Neve. Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945, essa breve narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. Mas não só. Mais de sessenta anos depois, "A revolução dos bichos" se tornou uma alegoria universal sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão de grandes ideias e projetos de revolução política.

Galeria de Fotos