handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
[CURSO MIS ]

O Cinema de Alfred Hitchcock

INSCREVA-SE

O curso pretende debater a obra do mestre do suspense, desde sua fase inicial no cinema mudo, período pouco conhecido pelo grande público, mas essencial no entendimento de seu trabalho. 

Alfred Hitchcock é o mais famoso diretor de cinema de todos os tempos e também um dos responsáveis pelo desenvolvimento da arte de filmar, criando novas técnicas e aperfeiçoando as já existentes. Era também um mestre no uso da luz, posicionamento e movimentação de câmera, montagem e roteiro. Seu estilo influenciou todas as gerações de cineastas, dos anos 1950 até hoje, tanto em termos de domínio da técnica narrativa quanto na exploração de temas relacionados ao suspense, ao mistério, crime e horror.  

O curso procura traçar um amplo painel do desenvolvimento de suas técnicas de filmagem e domínio do espectador, para mostrar sua incrível capacidade de ser popular sem deixar de ser criativo e talentoso.  

Aula 1 | Os primeiros anos, as coproduções com a Alemanha, onde o cineasta foi filmar e pôde observar em ação seu mestre F.W. Murnau (“A última gargalhada”, 1924). A estreia como diretor em “The Pleasure Garden” [O jardim dos prazeres], 1925, e o primeiro filme de suspense, “The Lodger” [O Inquilino], 1927. Comparações de cenas de seus primeiros filmes e obras posteriores.  

Aula 2 | Os primeiros filmes sonoros, quando Hitchcock percebe e explora de forma pioneira as inúmeras possibilidades que o som oferece, inovando em vários momentos. Os filmes de espionagem se tornam um gênero importante e recorrente em sua obra. Na fase inglesa, realizou seis filmes desse tema em sequência, incluindo os sucessos “Os 39 degraus”, 1939, “A dama oculta”, 1938 e “O homem que sabias demais”, 1956, que ele refilmou depois em Hollywood e é um bom indicativo de sua evolução como diretor.  

Aula 3 | O início da fase americana, com o sucesso de “Rebecca, a Mulher Inesquecível”, 1940. A difícil parceria com o produtor David O. Selznick (“E o Vento Levou”, 1939), que o levou para Hollywood sob um contrato rígido de sete anos, que tentava controlar os ímpetos artísticos de Hitchcock. Os filmes do período da guerra como “Correspondente Estrangeiro”, 1940 e “Um barco e nove destinos”, 1944.  

Aula 4 | O período de Hitchcock como produtor independente. Ao fim do complicado contrato de sete anos com Selznick, o diretor criou sua própria produtora e realizou “Festim Diabólico”, 1948, um de seus filmes mais criativos e originais, com narrativa experimental. A produtora fracassou depois de apenas dois filmes lançados.  

Aula 5 | A consolidação de Hitchcock como um cineasta “mestre do suspense”. A fase começa com o filme “Pacto sinistro”1951, quando tem início sua parceria com o genial diretor de fotografia Robert Burks, e prossegue com sucessos como “Disque M para matar”, 1954 e “Janela indiscreta”, 1954.  

Aula 6 | A fase mais inspirada do cineasta, com Hitchcock no auge do talento, sempre se reinventando em filmes muito diferentes e originais: “O Homem que sabia demais”, 1956, “O homem errado”, 1957, e as obras-primas “Um corpo que cai”, 1958 e “Intriga Internacional”, 1959.  

Aula 7 | O cineasta se envereda por temas mais sombrios e surge com inovações definitivas no gênero do horror com “Psicose”, 1960 e “Os pássaros”, 1963, criando modelos que seriam copiados exaustivamente nas próximas décadas.  

Aula 8 | Seus últimos filmes, “Marnie, confissões de uma ladra”, 1964, “Cortina rasgada”, 1966, “Topázio”, 1969, “Frenesi”, 1972 e “Trama macabra”, 1976, demonstram um cineasta ainda disposto a experimentar diferentes climas e temas. A fase final do mestre do suspense ainda reservaria uma grata surpresa: “Frenesi”, 1972 é uma obra-prima, que rompe com conceitos que ele mesmo tinha criado.  

  • Sobre o professor Marcelo Lyra  add

    Marcelo Lyra é formado em jornalismo pela PUC-SP, cursou as disciplinas de roteiro, montagem, crítica de cinema e de história da crítica, na Escola de Comunicação e Artes da USP. Atua na área de cinema desde 1999. Foi crítico de cinema do jornal O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde e do jornal Valor Econômico, além de ministrar regularmente cursos sobre crítica de cinema, história do cinema, cinema brasileiro e outros, em espaços como Museu da Imagem e do Som (MIS), Espaço Itaú de Cinema e Cinesesc. É autor do livro “Cinema como razão de viver”. 

  • Condições dos cursos MISadd

    → Cancelamento do curso ou mudança de datas 
    Se o número mínimo de inscritos não for alcançado ou por motivos de caso fortuito ou força maior, o curso poderá ser cancelado ou ter datas e horários alterados. Nesse caso, a equipe MIS entrará em contato com todos os inscritos (por e-mail) para passar as informações necessárias. 

     → Problemas técnicos
    Caso ocorra algum problema técnico que impeça a realização da aula, entraremos em contato com os alunos por e-mail informando a providência que será tomada em conjunto com o professor e a equipe do MIS.

     → Realização das aulas
    Todas as aulas dos cursos online são realizadas exclusivamente ao vivo, pela plataforma Zoom Cloud Meetings e não ficam gravadas. 

       → Cancelamento de matrícula 
    Para cancelar sua matrícula e pedir reembolso do valor pago, envie um email com sua solicitação no prazo máximo de até 07 (sete) dias antes do início do curso. Será devolvido 80% do valor pago.  

    Se o cancelamento da matrícula for efetuado após o prazo de 07 (sete) dias, não haverá devolução do valor pago, mas o participante poderá indicar outra pessoa para sua vaga, que gozará dos 100% já pagos.  

    → Certificado
    Para receber o certificado de participação, é necessário assistir a 75% das aulas ministradas. O certificado será enviado no prazo de até 10 dias úteis para o -email cadastrado no ato da matrícula. 

    → Desconto para pessoas a partir de 60 anos
    A pessoa que irá fazer o curso deve ter 60 anos ou mais para ter direito ao desconto de 50% no valor, independentemente da idade da pessoa que adquiriu o curso, caso não seja o próprio aluno que tenha adquirido e feito o pagamento.

    Para eventuais dúvidas, escreva para: cursos@mis-sp.org.br

Galeria de Fotos

Assista #misemcasa