handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!

Paço das Artes no MIS | Ana Maria Maia

Durante três meses de residência, Ana Maria Maia investigou o valor social das representações da juventude na arte, editais para jovens artistas, e a maneira como os artistas se enxergam e projetam a própria imagem por meio de seus trabalhos. O resultado deste processo de pesquisa, discussões e encontros pode ser vista agora na exposição Elefante branco com paninho em cima, que reúne obras de nomes da cena da jovem arte contemporânea e trabalhos de renomados artistas.

Ana Maria Maia explica que o trabalho foi dividido em duas frentes: um levantamento de projetos artísticos (autorretratos) que tangenciam esse problema e, em paralelo, foi promovido o Comitê da Juventude (Ana Maria Maia, Daniel Jablonski, Ícaro Vilaça, Júlia Ayerbe e Manuela Eichner), um grupo de trabalho, colaboração e leituras de textos que tratam da ideia de juventude como um marcador social da diferença, que envolve critérios biológicos e comportamentais.

Criado em 2014 por Priscila Arantes (diretora artística e curadora do Paço das Artes), o programa de Residência visa fomentar a produção e a pesquisa sobre a arte contemporânea.

Galeria de Fotos

Governo do Estado de SP