handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!

O MIS divulga os seis selecionados pelo projeto Nova Fotografia, programa que tem por objetivo criar um espaço permanente para exposição de novos artistas ao longo de 2016.

Além dos seis projetos fotográficos, três suplentes foram selecionados. Cada artista vai realizar uma exposição distinta, pelo período de 45 dias, no espaço Nicho do museu. As mostras individuais estão previstas para ocorrer a partir de janeiro, com continuidade no decorrer do ano. A seleção ocorreu dentre 370 projetos inscritos, conheça os nomes:

André Conti (São Paulo)
Espaço de Dentro
Espaço de Dentro é um ensaio fotográfico desenvolvido entre 2014 e 2015, composto por 13 fotografias de tamanhos variados. Trata-se de uma pesquisa sobre a memória afetiva de um lugar: questões sobre territorialidade, passagem do tempo e o enigma deixado pelos acontecimentos. Desejo de “guardar”, expressar o mistério, a vibração, o encanto que recobrem os lugares, as coisas. Por isso as imagens são captadas, no geral, com um tempo de exposição longo e somente durante noites de lua cheia com os espaços desertos.

Bárbara Bragato (São Paulo)
Escola de Histórias
O projeto retrata o dia a dia de uma escola Indiana. Indo além de qualquer juízo de valor, o trabalho busca compreender a infância como uma fase da vida, na qual a escola tem um papel essencial para sua formação como ser humano. É algo que ultrapassa país, estado ou cidade, mas que se configura pela individualidade e pelos traços de cada aluno ali presente. 
 
Caio Kenji (São Paulo)
Passagens Passeios
O ensaio busca – pela exposição de cenas aparentemente comuns de turismo, lazer e diversões de final de semana – provocar a produção e o pensamento acerca da fotografia, em seus supostos e discutíveis limites. 
 
Camila Picolo (São Paulo)
Acaso |P|reparado
O projeto explora a presença do acaso na linguagem fotográfica, em imagens documentais e de cunho artístico, captadas no cotidiano da fotógrafa. Paisagens urbanas e eventos naturais são revelados em seus aspectos de inesperado ou de peculiaridade instantânea, o que foi permitido pelo uso contínuo de câmeras digitais, tanto profissionais quanto de celulares.
 
Paula Clerman (São Paulo)
Beleza Americana 
A série investiga  o sucesso de uma classe média americana formada de uma população miscigenada vivendo democraticamente onde a exposição pessoal se aproxima aos filmes de hollywood de maneira exagerada. 
 
SelvaSP (São Paulo)
Selvageria
Só um louco chamaria São Paulo de Paraíso. Talvez Babilônia sirva melhor. Mas na Babilônia a loucura é farta, e o paraíso está nos olhos de quem vê. Belezas e mazelas se misturam no caleidoscópio da imaginação abrindo janelas para o fantástico. Na paisagem da selva se escondem ilhas de prazer, vida efervescendo para que o explorar atento mergulhado no caos encontre clareiras, poças oásis, onde as feras saem pra beber quando a luz é mais baixa. O que quero é vagar! Envasilhar loucura. Guardar essas memórias de luz para que os duas de sanidade tenham também um pouco de fantasia. 
 
Suplentes
1o: Julie Koba -  Reflexofrenia
2o: Lui Mendes - Mundivagante
3o: Sonia Dias SAS - Ressonâncias Internas 

 

Governo do Estado de SP