handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp

O Bate-papo de Cinema Pontos MIS realiza, aos sábados, exibições de filmes seguidos de debates ao vivo no YouTube do Museu, buscando trazer membros da equipe dos filmes, pesquisadores da área, críticos de cinema, jornalistas e agentes cinceclubistas para discutir sobre a obra e apresentar curiosidades da produção. 

Em uma parceria com a Spcine Play e o MixBrasil, esta edição apresenta “Uma garota chamada Marina” (dir. Candé Salles, Brasil, 68 min, 2019, 12 anos), documentário que retrata a trajetória musical da cantora e compositora brasileira Marina Lima, em seus mais de 40 anos de carreira. O longa-metragem inclui imagens inéditas do acervo privado da artista, registros de ensaios, gravações e shows, principalmente do disco “Clímax”, entre outros. 

O bate-papo conta com a participação de Marina Lima (cantora e compositora) e André Fisher (diretor do MixBrasil), além da mediação de Giuliana Monteiro (roteirista e diretora). 

O filme fica disponível de 10.06 (11h) a 12.06, bastando inscrever-se por meio deste link

Assista ao bate-papo vivo no canal do MIS no YouTube.

Sobre os convidados 
 
Marina Lima é cantora e compositora, tendo lançado seu primeiro disco, “Simples como fogo”, em 1979; desde então, é trilha sonora de várias gerações. Com influências que passam pelo pop, rock, blues, bossa nova e música eletrônica, Marina tem hits como “Pra começar”, “À francesa”, “Fullgás”, “Virgem”, “Uma Noite e ½”, “Pessoa”, “Me chama”, entre tantos outros sucessos. Carioca, lançou seu CD “Clímax” em 2011, quando se mudou para São Paulo. Em 2012, publicou seu primeiro livro, “Maneira de ser”. Seus trabalhos recentes, lançados agora, em abril de 2021, incluem o songbook/livro “Marina Lima: música e letra” e o EP “Motim”, com quatro canções inéditas. 

André Fisher é criador e diretor do Festival MixBrasil, coordenador do @CCDiversidade da @SMCulturaSP. Foi General Manager da Hornet Networks LatAm, editor e publisher do portal e editora MixBrasil, apresentador e roteirista no Canal Brasil/Globosat, âncora do CBN MixBrasil, colunista do MTV Notícias e da Folha de S.Paulo. É colaborador de publicações nacionais e internacionais direcionadas ao público LGBTQIA+, tem sete livros publicados, incluindo o “Manual Ampliado de Linguagem Inclusiva” (2021), além de ser palestrante e consultor sobre assuntos ligados à temática da diversidade. 

Sobre a mediadora

Giuliana Monteiro é roteirista e diretora nascida em São Paulo, Giuliana Monteiro é mestre em produção de filmes pela faculdade de Nova Iorque, Tisch School of the Arts, onde dirigiu e roteirizou diferentes projetos audiovisuais. Atualmente trabalha em dois filmes, o seu primeiro longa metragem ficcional, “Estrada para Livramento”, que tem o apoio do fundo Spike Lee para desenvolvimento e da fundação San Francisco Film Society e também na finalização do longa-metragem documental “Bento”. 

SOBRE O #MISEMCASA
A campanha #MISemCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19 – que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham seu funcionamento suspenso temporariamente. Conheça a ação #culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.

O MIS agradece aos patrocinadores, apoiadores e patronos da programação, que também apoiam a iniciativa digital #MISemCASA: Kapitalo Investimentos (patrocínio), Cielo (patrocínio), TozziniFreire Advogados (apoio institucional), Bain & Company (apoio institucional), Telhanorte (apoio operacional), Itaú (patrono) e Lefosse (patrono).

Galeria de Fotos

Assista #misemcasa